Era de amor

em quinta-feira, dezembro 27, 2012

A saudade fez-se lágrima
A lágrima era de amor
Há tempos que a menina do vestido florido não sabe o que é verão

A saudade fez-se lágrima
A lágrima era de amor
Há tempos que a menina do vestido florido sonhava com uma palavra doce
pronunciadas por aqueles lábios em formato de coração

A saudade fez-se lágrima.
A lágrima era de amor
Há tempos que a menina do vestido florido desacreditava em um amor recíproco
Ainda assim, amava

A saudade fez-se lágrima
A lágrima era de amor
Há tempos que a menina do vestido florido cultivava um amor calminho,
bonito, colorido, bem dentro do peito

A saudade fez-se lágrima
A lágrima era de amor
Há tempos que a menina do vestido florido havia decidido que continuaria a amar,
sem cessar, no verão, na primavera, no outono ou sob um belo luar

A lágrima era de amor

(Erica Ferro)

Um comentário:

Nati disse...

Os amores platônicos sempre nos fazendo chorar... Beijos

 
imagem do banner Design