Poema do 'P'

em sexta-feira, outubro 09, 2009
Peste perniciosa provocou-me
Presunçosa paixão
Pressinto presídio
Portanto, peno
Pois passional pareço-me

Príncipe, projetei-te periastro
Porém projetou-me padecente

Paro paixão
Para, paixão!

Peno, peno, peno...

Príncipe, prometo-te paixão perpétua
Personifico-me prosa poética
Pois prematuramente por paixão pereci

(Erica Ferro)

Um comentário:

Gabriela disse...

OMG, que LINDO! *-*
Totalmente sem palavras.

 
imagem do banner Design