No dia depois de amanhã

em sexta-feira, junho 18, 2010
No dia depois de amanhã...
Depois de amanhã, eu quero poder te amar, te abraçar, te olhar e te beijar.
Isso sem tempo nem espaço para nos barrar.
Quero contar uma história que nem eu mesma sei que fim que terá.
Ser eu, eu e você. Sermos um, sempre.
Eu quero deitar na grama e olhar as estrelas, te mostrar Órion, Escorpião.
No dia depois de amanhã, eu vou cuidar de você.
Corpo, alma e coração bem nutridos.
Eu quero, naquele dia já programado, andar de mãos dadas.
Porém, um gesto que não signifique apenas "eu estou contigo", mas "eu sou tua".
Depois de amanhã, seremos um.
Hoje, talvez, estamos no caminho, no embalo.
A conquista do coração.
Nada como um dia após o outro.
Porque, quando chegar o dia depois de amanhã, seremos um.
Mas, ainda, seremos um que faz parte do todo.
Porque, no dia depois de amanhã, eu serei tua. Só tua.
E você será meu, como sempre.
"Teu sorriso eu vou deixar na estante para eu ter um dia melhor
Tua água eu vou buscar na fonte
teu passo eu já sei de cor
Sei nosso primeiro abraço, sei nossa primeira dor...
Nosso canto será o mais bonito
Mi Fá Sol Lápis de cor
Nossa pausa será o nosso grito que a natureza mostrou
A gente é tão pequeno, gigante no coração
Quando a noite traz sereno a gente dorme num só colchão..."
(Menina - O Teatro Mágico)

Letícia Christmann

Um comentário:

Erica Ferro disse...

Letícia, você é uma poetisa linda.
Tuas palavras são doces e nos tocam. ;D

O Teatro Mágico no fim, então, fechou com chave de ouro.

 
imagem do banner Design