Sorriu

em quinta-feira, junho 17, 2010

Hoje a lua sorriu parecendo não se importar com o frio. E quando a vi me parece que também não o senti. Caminhei olhando pra ela e não tropecei - e quem me conhece sabe que vivo aos tropeços.

Não me importou o caminho, não adiantou-me as pedras, porque a lua sorriu. Você viu? "Na pressa a gente nem nota que a lua muda de formato". A gente apenas caminha, esquecendo que o que mais vale não é o destino e sim por onde a gente anda e o que a gente encontra. Eu encontrei a lua sorrindo. E pensei: também devo sorrir.


(Karol Coelho)

5 comentários:

Letícia disse...

"Se fosse fácil achar o caminho das pedras, tantas pedras no caminho não seria ruim..."

Sorrir, faz bem pra alma!

Lindo, Karol!!

uma criança. disse...

Sem palavras.

Magnífico!

gabriela marques. disse...

Adoro a lua. Ela é o amor que não possuo. Chora a observando, e ela sempre está sorrindo. Se um dia eu desejasse ser algo, eu gostaria de ser a lua... a lua que ilumina o céu do meu amor.

Jééh disse...

perfeito *--*

Erica Ferro disse...

Que lindo, velho.
Me deu uma vontade louca de ver a lua e sorrir pra ela. :D

Teus textos são meigos, Karol. Adoro-os.

 
imagem do banner Design