(8)Acordei de um sonho bom que eu queria gravar...

em sexta-feira, novembro 13, 2009
E por muitas e muitas vezes me vi sem saída. Procurei seu sorriso em outros corpos. Besteira.
Me enganei ao te encontrar, ou pelo menos um pedacinho seu em outro alguém. Me iludi.
Enxerguei seu olhar em outros olhos, seu jeito de andar em outros corpos. Acho que era sonho.
Mas, afinal, por que você só é possível em meus sonhos? Por que sua mente não obedece o que sabes que seu coração sente? Indolência.
Você sempre soube que minha mão estava estendida na sua direção, que o meu olhar estava procurando seu rosto. Nada recíproco.
Quando eu procurei que mão agarrar para me levantar, achei algumas que pensei serem as tuas. Ilusão.
Escolhas... Ahnn, as escolhas.
Eu precisei de muito tempo para saber que fazê-las é necessário. Essencial, você diria.
Mas eu não conseguiria levar você pro mundo dos sonhos. Você nunca foi o sonho que eu sonhei. Não foi o que me estendeu a mão, me abraçou, e que está agora do meu lado dizendo: está tudo bem, conseguirá.
O peso que segurei foi maior do que poderia suportar. E me desfiz em um milhão de pedaços pra você juntar, como já dizia o poeta. Nem me reconstituir do jeito que você gostaria que eu fosse você quis, ou tentou.
Ofereci tudo que podia, coração, corpo, alma, espírito. Minha vida. Você jogou tudo fora.
Deixei de sonhar com você, de acreditar em você. Deixei você. Me deixei viver. Necessário. E radiante, por sinal.
E hoje percebo... Sem você eu cresci tanto, que não posso mais fazer parte da sua vida, nem deixar que invada meus sonhos e meus pesadelos.
Sou uma pessoa nova.
E mais feliz que nunca.
Mas resta a dúvida: consegui?
Letícia Christmann

2 comentários:

Erica Ferro disse...

Conseguiu não, ainda sofres. :S

Gostei muito do texto.

Beijo.

Jééh disse...

nossa me arrepei toda com o texto, conseguir? não feridas sempre vão está lá, prontas para reabrirem, mas conseguir viver sem mostra-las isso já é uma vitoria ^^

 
imagem do banner Design