A cada dia desse novo ano...

em quarta-feira, dezembro 30, 2009

É fim de ano finalmente. Ou deveria dizer é "é fim de ano de novo"? Acontece que eu não consigo largar a ideia de que esse ano passou mesmo rápido demais. Não sei quanto a vocês, mas pra mim 365 dias não são mais tão suficientes para... tudo.

Enfim, o ano está se encerrando. É um fim de mais um ciclo de doze meses, 8. 760 horas, 525.600 minutos e 31.536.000 segundos que se completarão um décimo de segundo antes da meia noite de amanhã. Só pra começar tudo de novo...

É nisso que estou pensando. Pra quê comemoramos o fim de um ano e o início de outro, se ele vai constar do mesmo número de dias? Acontece que nós, humanos, acreditamos e queremos muito que nos aconteçam surpresas. E nada melhor do que forjar uma ocasião para isso. Para dizer que tudo aquilo de ruim por que passamos ficará bem longe, no passado. Para dizer que sim, agora sim, tudo haveria de mudar, tudo haveria de ser melhor...

Mas seguindo a minha recente tendência de ser "do contra", vim dizer pra vocês não esperarem que comece um novo ano para que os planos sejam feitos, os erros repensados e as pessoas abraçadas. Vocês podem fazer tudo isso hoje. Agora.

É no que eu venho pensando todas as noites antes de me deitar. É que estou com uma mania de avaliar o meu dia (e o ano também, por causa da época) enquanto fecho os meus olhos e espero o sono chegar. Penso naquilo de errado que eu fiz comigo mesmo e com as outras pessoas. Naquilo que deixei para fazer no dia seguinte. Dia que eu não tenho certeza absoluta se virá.

Por isso quase sempre os meus pensamentos antes de dormir são "Como eu quero ter a oportunidade de acordar amanhã e fazer tudo diferente. Ser uma pessoa melhor!".

Embora eu me esqueça disso às vezes ao levantar, sei que isso mexe comigo. E nessa época mexe com todo mundo que faz o seu "balanço de natal". Só espero que compreendam que as oportunidades, por mais que se adiantem até você, vão ser inúteis se você continuar de braços cruzados esperando que as boas surpresas que você deseja sejam feitas por outras pessoas, ou por si mesmas.

Faça um ano diferente, mas fazendo com que cada dia seja diferente. Assim você vai poder chegar a dezembro de 2010 com a sensação de que o ano foi muito bem aproveitado, surpreendente e até doloroso em alguns momentos, o que não o fez deixar de ser maravilhoso.

Mas se por acaso algum dia você acordar e perceber que até então você não está cumprindo nenhuma das promessas que fez a si mesmo, não espere que o próximo dia primeiro de janeiro chegue para que você comece tudo de novo.

Estamos combinados?

Assim o seu ano vai ser muito especial, independente do que aconteça.

Um Feliz 2010 pra você, inteirinho vivido intensamente - o que não significa irresponsavelmente.

(Thairane Nascimento)


•••

Eu queria ter escrito algo para postar aqui, mas não saiu nada. Quer dizer, eu nem me esforcei, nem comecei a escrever. Mas a minha amiga Thairane falou por mim e por ela, não é? Lindo texto, sem muito o que acrescentar, porque o texto fala e grita por si, nos alerta e nos aconselha de uma forma maravilhosa. Essa Thairane realmente arrasa, eu já disse isso a ela. Escreve muito bem, essa minha amiga blogueira!
Então é isso, caros leitores do Pensamentos Devaneantes.
Essa é, provavelmente, a minha última postagem do ano aqui.
Mas ano que vem tem mais, bem mais.
Vivamos agora, já, sem acomodações e preguiça!
Um abraço carinhoso para vocês.

Postado por Erica Ferro

4 comentários:

Rebeca Postigo disse...

Concordo com você Thairane...
Deixar para amanhã o que se pode fazer hoje é um erro...
E como diz William Shakespeare: "Plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores."
Que 2010 seja um ano maravilhoso!!!

Bjs

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

É claro que eu não me importo Erica, eu queria mesmo falar essas coisas p todo mundo, se eu n fosse, digamos, "iniciante" nesse mundo de blogs e tudo o mais. Uma ajudinha é sempre bem vinda.

Aliás, estou seguindo esse blog tb.

Abraços*

Jééh disse...

nossa eu adorei e assino embaixo de tudo que dito (ou melhor escrito). vamos festejar o novo ano todo dia ^^

Letícia disse...

A cada dia nasce um novo sol. Mas nem percebemos mais ele né?!
A mudança só vem com mudanças de postura.
E concordo em gênero, número e grau - intensamente não significa irresponsavelmente.

A-D-O-R-E-I

(=

 
imagem do banner Design