Me dê a mão?

em terça-feira, março 30, 2010
Voltei! Mas isso é bom ou ruim? Não sei!
Encontrei sorrisos sinceros, saudades grandes, abraços apertados, amigos de verdade.
Mas voltar é sempre estranho. Retornar assim, saber se localizar. E sempre sentir falta das mesmas coisas. Nem sempre a volta faz sentido, quando você sente que o lugar pra onde você volta não está completo. Bem pelo contrário, possui vazios e mais vazios.
É, esses vazios são abismos em cada esquina. Em cada momento igual. No temporal que se repete, no caminho pra estação de trem, no quarto, nas risadas por telefone, nos pontos de ônibus e até nos ônibus. Caminhos iguais, saudade maior.
Viajar também é estranho. Morar em outro lugar possui singularidades. O sotaque, a lerdeza do povo, a rotina do bar da esquina, os novos amigos, novos sorrisos, novos interesses. Tudo que é novo e bom, encanta. Mas o que realmente dá saudade é o antigo, que foi bom por um bom tempo. E que esse mesmo tempo não é capaz de apagar as sensações.
Agora eu vivo em equilíbrio: saudade, novo, antigo.
Você poderia me dar a mão e vir comigo.

Letícia Christmann

4 comentários:

Erica Ferro disse...

Prosa poética.
Te darei a minha mão e vamos, porque o antigo não pode ser de novo, vivamos o novo e recordamos o que foi um dia. Sintamos saudade, choremos e depois riremos: foi bom, pensaremos. Passou...
Que dor!

:*

Rebeca Postigo disse...

Passado dá saudade...
O novo trás curiosidade...
Amei teu texto, Letícia!!!

Bjs

Camila. disse...

Lindo texto.
Lindo blog também!
queria saber a opinião de vocês sobre o meu,
visita ?
www.menina-normal.blogspot.com
beijos :*

Jééh disse...

mas é claro que vou sim, nossa amei *--*

 
imagem do banner Design