Pensamentos Perdidos

em segunda-feira, março 23, 2009
Gustavo, esse é pra você!

Eu sei, quanto todos me viraram as costas,
Você estava ali, pronto pra, mais uma vez, me abraçar...
Eu sei, quando o mundo inteiro foi embora,
Você estava ali, pronto pra, mais uma vez, me ver chorar...

O Universo conspirou contra nós,
E mais uma vez, você foi mais forte que eu...
Aguentou de pé.
Enquanto eu caí ao seu lado, sentindo a mesma força que você.
Os deuses fizeram a coisa errada.
O NOSSO mundo desmoronou...

Agora eu que pergunto:
Precisou você partir,
Pra mim realmente mostrar a força que eu tenho?
Pra mim realmente me mostrar mais forte que você?
É injusto...
E meu mundo sem você, acabou.

Quem vai me abraçar agora?
Quem vai me consolar agora?
Quem vai ser mais forte que eu?
Quem vai me dar a mão para levantar?
Quem vai sorrir pra eu conseguir seguir adiante?
Me diz, quem vai me abraçar?
E a legião que você deixou, como vai ficar?

Eu preciso de você!

O Sol nascendo não é o mesmo se você aqui,
O olhando ao meu lado.
O NOSSO mundo precisa voltar a ser o mesmo.
Volta?! Vem sorrindo e correndo me abraçar?
Vem daquele jeito que eu sonhei com você?
Pode ser vestido de anjo.
Você é meu anjo.

Lágrimas em vão...
Eu já não me importo comigo...
Eu te espero chegar,
Ou, um dia, irei ao teu encontro...

É tão estranho.
É tão injusto.
Os bons morrem jovens.

Eternas saudades cadete aviador! Que, em busca de um sonho, e num dia de céu ensolarado e noite interminável, rompeu o véu do céu, aquele, da vida e da morte.

Letícia Christmann

Um comentário:

Erica Ferro disse...

"Lágrimas em vão...
Eu já não me importo comigo...
Eu te espero chegar,
Ou, um dia, irei ao teu encontro...

É tão estranho.
É tão injusto.
Os bons morrem jovens."

Tão lindo, e tão triste. Tão injusto. Tão inaceitável. Tão inevitável.

 
imagem do banner Design