A Estrada

em quarta-feira, janeiro 27, 2010
Era meu anseio pegar a estrada, olhar pela janela molhada e ver as coisas passarem. E nesse caso, a sensação de deixar algo para trás não é tão ruim. No meio do caminho eu cochilo, leio, sonho, relembro, sinto. Imagino o que pode ser daqui pra frente.

Ao correr na estrada dá certa insegurança e ao mesmo tempo liberdade. Além do horizonte enxergo algo alcançável. É sempre lindo a luz do sol refletindo no vidro da janela, o destino desejado chega e cada segundo me desperta uma sensação inexplicável.

Conhecer pessoas é uma das coisas mais construtivas. Passo a enxergar através de diversos olhares, me encanto com outros sonhos e viajo por novos caminhos. Encontro raras fontes de inspiração. Os lugares que visito me faz pensar nos lugares que passei.

É por aí que me bate a saudade. Saudosa saudade das pessoas que amo, do lugar que vivo e da estrada que caminhei. O bom é que posso voltar pela mesma estrada para o meu lugar e reencontrar as pessoas que amo - pelo menos a maioria. A diferença é que voltarei com mais lembranças, mais histórias, mais amores e com mais saudade. E compreendi que vida boa é aquela que lhe deixa saudade. E nada volta a ser exatamente como era, apenas a estrada continua lá e faz bem caminhar por ela.

Karol Coelho


*Quando planejava vir ao Rio de Janeiro me perguntaram se eu prefiria vir de avião. Eu dise que não. A estrada me deixa leve, livre e me proporciona lindas sensações. Agora a saudade de voltar por ela é grande. Quero reencontrar meus amores. Mas ao mesmo tempo meu coração se enche de novas saudades de novo amores que iniciei na Cidade Maravilhosa. Geração Futura 15, meu novo amor, minha nova saudade.

6 comentários:

Letícia disse...

É tã bom poder ir e vir né?!
Mas a saudade... Ô sentimento contraditório viu...

Lindo Karol ;]

Rebeca Postigo disse...

A saudade é um sentimento tão belo...
Amei Karol!!!
E eu também prefiro a estrada...
Não consigo entender, mas meus pensamentos ficam livres...
Amo viajar!!!

Bjs

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

"E compreendi que vida boa é aquela que lhe deixa saudade." Certamente! Parabéns pelo texto!

Erica Ferro disse...

É a delícia de viajar pela vida.

Parabéns, menina 'geração futura'!

Beijo.

Kenny Rogers disse...

a sensação de voltar pra São Paulo, pisar na rodoviaria depois do geração é da de "estou de volta ao mundo real" eu tive essa sensação, as responsabilidades estavam de volta e agora com maior cobrança, sempre baterá a nostalgia dos dias q vc ñ se preocupa com nada apenas fazer o q vc curti com pessoas bacanas, mas sempre temos q mudar e a saudade fica.

Jééh disse...

a senação de de sentir saudade não muito confortável mesmo, mas o prazer do reecontro é recorfortante ^^

 
imagem do banner Design